Prefeitura de Belém inicia a política de arborização da cidade às margens do rio São Joaquim

Fazendo parte da programação Setembro Verde, que busca conscientizar a população de Belém sobre a importância da preservação ambiental e do reflorestamento, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), realizou na manhã deste sábado, 11, um plantio de 43 mudas nas margens do Rio São Joaquim, no bairro da Sacramenta.

A ação da Prefeitura de Belém é um marco no mês em que se comemora o Dia da Amazônia, lembrado em 5 de setembro. O ato também evidencia a importância e a necessidade de uma política pública que garanta o direito das pessoas viverem em uma cidade ecologicamente sustentável, além de permitir que todos exerçam sua cidadania por meio de espaços verdes de vivência na cidade.

Espécies arbóreas – A ação teve como objetivo evitar o assoreamento do canal com o plantio de mudas de espécies arbóreas, que diminuem o deslizamento de terra para o leito do canal. O evento marcou também o início do projeto municipal que busca arborizar mais Belém. “Eu digo que estou muito feliz, pois, hoje, se inicia realmente o plano de arborização da cidade de Belém. Esse plano é algo muito importante para as condições ambientais da cidade que costuma ser muito quente, e com mais árvores a coisa tende a melhorar”, disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Sérgio Brazão.

Segundo dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Belém tem apenas 22,4% de área arborizada. A meta da Prefeitura de Belém é plantar no município mais 150 mil mudas e tornar, assim, a capital mais verde e agradável para se viver.

Mais verde para o São Joaquim – O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, participou da ação de plantio de mudas no leito do rio São Joaquim, neste sábado, acompanhado de seu secretariado, moradores e líderes comunitários do local. “Esse projeto foi niciado em um rio, que é um dos mais importantes da bacia hidrográfica do Una, o rio São Joaquim. Hoje nosso esforço é trazer mais verde para ele, mas em breve iremos implantar estações de tratamento de esgoto para perpetuar o título de rio do espaço e não deixar que ele vire um esgoto a céu aberto”, disse o gestor municipal.

“É um anseio muito grande o que nós estávamos vivendo em relação a isso, inclusive eu acompanhei a limpeza do local feita pela prefeitura, há um mês. Hoje é praticamente o início de realizar nosso sonho, pois o poder público já veio fazer a parte dele de plantar as mudas, agora é com a gente, morador, o papel de preservamos e mantermos o espaço assim”, fala a dona de casa e moradora das proximidades do rio São Joaquim, Telma Queiroz, sobre a ação feita pela prefeitura no local.

Esse foi um ato inicial da ação de reflorestamento que deve realizar o plantio de mudas nas duas margens do rio São Joaquim em uma faixa de, aproximadamente, três quilômetros, na extensão do rio. A ideia é levar ações como essas para o centro e periferias de Belém, com o objetivo de tornar a cidade mais verde.

Texto: Fabricio Lopes